Esta lista traz os zines que já foram resenhados no Cybercomix. Mande seu zine, correções ou atualizações para Rua Botafogo, 565/203, Porto Alegre, RS ou por e-mail.

Agulha Traz uma agulha descartável colada na capa. Quem faz é a Dayse, de Alagoinhas, amiga do Daniel Barbosa. Tem uns desenhos de umas meninas meio de moda falando coisas como como "Sejam bem vindos a Bósnia. O mapa ao lado mostra alguns dos lugares usados como campo de estupro. No n.9 está o café Sonja onde o soldado Borislav Herak estuprava e matava com seus companheiros". Vale a pena. Dayse Batista: Rua Santa Clara, 215. 48100-000. Alagoinhas, BA.

Albatroz 0.0 Quadrinhos inacabados do Bruno Campos mas que ele assina como De Campos. É estranho mas é isso mesmo, a maioria das histórias ele não terminou. Mas ele terminou uma onde ele conta a história do chocolate. Que está em francês e pelo jeito ele chupou de algum livro. Pelo menos está completa. Num tamanho maior, tipo A4. Outro produto da Oficina Insana.

Andróide Mais uma história de Kora TSK. Ela precisava de uma andróide que a compreendesse e foi atrás. Ou na frente. Esse Dikos não tem jeito mesmo. Endereço: vide T.S.K.

Antiusual Feito pelo Alberto Monteiro de Duque de Caxias, ou de Saint Cross Mountain como ele gosta. O último que ele me mandou é de 97 mas ele tem outras experiências como Electraculta, Uórrol e Jamed Jek. Ele tem um desenho muito fino e ultimamente tem pintado umas telas. Ele é mais um desses caras que tinham que ser mais conhecidos. Alberto Monteiro: Caixa Postal 95042 Duque de Caxias RJ 25241-970.

Área de Mancha Também de São Luís, um zine de quadrinhos. Vários gêneros: humor, mulher pelada e terror, as vezes tudo misturado. Recebi o primeiro, formato meio ofício, 28 páginas. Tony Machadol: Av. 2, Qd. 56, casa 05. São Luís, MA. 65070-000. mancha. rhq@zipmail.com.br

Arroz Integral Simplesmente a "melhor banda de todos os tempos". É uma tira do Cleuber sobre esse power trio. Tem um site e tem esse zine com várias tiras e algumas histórias. Não sei se ainda se encontra esse zine mas não custa escrever e perguntar. O desenho é o melhor, simples e direto. Cleuber Cristiano: Rua Manoel Nunes Viana, 20. Belo Horizonte, MG. 31844-250. http://www.quadrinho.com.br/arrozintegral

Asfalto Caliente Da usina de quadrinhos que é Rosario vem mais essa revista/zine de quadrinhos. Alguma coisa é bem amadora mas tem histórias e desenhos muito bons aí. Tem um formato de revista e só vi um número mas espero que tenha continuado. Seria legal ver mais desenhos do Ivan, por exemplo. Brown 2840. 2000 Rosario, Argentina.

Aspid É uma revista argentina de quadrinhos, basicamente humor, paródias com super-heróis e coisas assim. Conheço o Sergio Más que faz humor e veio passar uns dias em Porto Alegre e me deu um livro dele com humor sobre futebol que tem participação especial de vários cartunistas brasileiros. Uma coisa de interessante é que eles fazem parte de uma associação chamada Asociacion de Historietistas Independientes e é uma porta de entrada a muitos fanzines bons. Alguns dos quais eu vou comentar aqui num futuro próximo. Sergio Más: Antártida, 4074. (5010) Córdoba, Argentina. Ou fanzineaspid@hotmail.com.

Azedo & Amassado Bom, o Irrthum ficou conhecido nos zines em que participava pelo seu estilo forte mas por algum motivo os quatro zines que tenho aqui são cada um num estilo diferente. Este é totalmente achurado, cinza escuro. De acordo com as historinhas escatológicas e depressivas que traz. É diferente mas mantém a classe. Endereço: vide Scabs.

Beth Grapette 'Uma revistinha feita nas coxas' sobre a garota confete. Um minizine com a marca de quadrinhos poéticos de Weaver. Endereço: vide Pub.

Bíblia Outra revista que fica naquela fronteira entre fanzine e outra coisa. É de Portugal e tem bastante quadrinhos além de ter uma ênfase no lado gráfico, artista/designer etc, outra fronteira confusa hoje em dia. E vale a pena por tudo isso. O n.7 tem participação especial de vários artistas / designers / escritores espanhóis, vizinhos da Península Ibérica. Tiago Gomes: Rua Luciano Cordeiro 45 Cave. 1150 Lisboa Portugal.

Bifa Era o antigo zine do Marcelo Garcia. Talvez ele ainda queira vender algum mas pode pedir o 10 onde ele aproveitou as histórias que ele ia colocar no Ervilha 2 que nunca saiu. Veja os dados no Ervilha.

Bizarre Inc. Alguém sabe alguma coisa de Goiânia além de que o pessoal lá come pequi? E alguém sabe o que é pequi? Deixa pra lá. O que importa é que lá também tem gente que faz fanzine. E coisa fina. Esse, por exemplo é beleza. Quadrinhos que lembram um pouco um clássico do cerrado, o Yuri Hermuche. Desenhos de linha rápida e textos envolventes. Enfim, quem não conhece tem que conhecer. A edição 3 tem desenhos do Luciano Irrthum. Escreve e aproveita e pede informação de sua banda, Mechanics. Márcio Jr: Rua 72 nº56. Goiânia, GO, 74045-120.

Bizarro Recebi o nº21 que na verdade é a quinta edição do zine. Bom, o nome é Bizarro, mas o editor promete que o próximo vai ser o nº6 mesmo. É basicamente de humor, tem uns textos muito engraçados, e quadrinhos de vários tipos. Tem desenhos do Janus, que é bem conhecido por lá, e do Law, que é bem conhecido por aqui. Aproveita pra pedir os atrasados. Pelo jeito cada um custa 400 Escudos que eu não sei quanto é. É uma produção da Oficina Insana. Eles tem um site em construção que quando inaugurar eu aviso e um forum onde se discute quadrinhos etc: http://www.delphi.com/insana. Bruno Campos: Apartado 241. 2601-997 Vila Franca de Xira, Portugal. insana@operamail.com

Brenda Washer Basicamente uma revista mas como toda boa revista de skate tem jeitão de zine. Eu tenho o número 4 e não sei como eram os outros mas esse é grande, capa colorida, tem uma matéria sobre o Joel Peter Witkin e quadrinhos do grande Leonardo e do Marcelo Martins que eu não conheço mas é legal também. Além das entrevistas com os skatistas que que não vou repetir aqui porque se você é skatista você já sabe e se não é não adianta, tem uma matéria sobre o Massive Atack, Garage Fuzz e uma análise da letra de Mônica e Eduardo da Legião. Michel Gomes: SHIGS 711- i -64. Brasília, DF. 70361-709.

Brujeria Zine e uma fiel fonte de informações sobre zines do mundo todo. Basta escrever pro Bruno com 3 selos e ele te manda uma edição do zine em papel que muda de formato a cada número. Mas se seu negócio é e-mail escreva e ele passa a te mandar informações periódicas além de um PDF da última edição. E como se tudo isso não bastasse você ainda pode dar uma passado pelo site e ver uns quadrinhos além de muita informação variada. Também se trabalha no mundo dos zines, não é só essa moleza que vocês pensam. Bruno Privatti: Caixa Postal 25086 Rio de Janeiro RJ 20552-970. privatti@uerj.br http://www.geocities.com/soho/3521.

Cafe a la Turca É uma revista uruguaia de cultura e o que tem a ver com os zines além de ser independente é que traz os quadrinhos do Gabriel Frugone, un desenhista aloprado que faz parte da turma que depois fundou a Guacho uma revista de quadrinhos que depois eu apresento aqui e que é realmente muito legal. No último número que eu tenho (4) saiu uma resenha de fanzines brasileiros feita pelo próprio Frugone. Uma das coisas legais nessa revista é que quando morre um escritor famoso, ao invés de fazerem um necrológio daqueles eles publicam uma ficha padrão, onde dizem "morreu escritor tal, com obra muito relevante etc etc e tal" e que vale pra qualquer artista ou autor famoso. Roberto Bonino: Bacigalupi, 2291. Montevideo, Uruguai.

Caliban É uma revista em quadrinhos feita pelo Wellington que fazia o zine Ideário. Não sei em que pé está mas nessa revista saia o Solar que é um super-herói de Belo Horizonte. Você pode ver monstros se digladiando na Afonso Pena, por exemplo. O Solar tinha revista própria também. Recebi o número 7 onde tem entrevistas com o Colin (que também desenhou uma HQ em cores com roteiro do Wellington, o Shimamoto e Celton, um autor de BH. Wellington Sbrek: Rua Maria Rita, 194. Belo Horizonte, MG. 31160-060

Catálogo Expofanzines 1999/2000 A culpa não foi minha. Eles mesmo se enrolaram. Esse pessoal faz uma exposição anual de zines mas eles não mandaram a convocatória em tempo então não pude avisar (os fanzines devem chegar lá no dia 28 de setembro). Mas me mandaram o catálogo da edição do ano passado. São mais de mil zines. Fecha os olhos, abre uma página mete o dedo e vai ao azar descobrindo zines europeus e brasileiros. É muito bem feito e é legal vc mandar seus zines pra eles em qualquer época do ano assim você não corre o risco de perder o bonde e sai com certeza no próximo catálogo. É um pesoal gente fina. Colectivo Phanzynex: Rúa Manuel Murguía 15-5ºD E-32005, Ourense, Galícia, Espanha. casaxou@teleline.es. http://www.xornadas-bd.go.to

Catzole Fanzinão grosso como antigamente também se fazia no Brasil. Basicamente de iniciantes mas gente que desenha muito bem, e isso que o nº11 que eu tenho é de 97. Gente séria. Quer dizer, se o cara quer aprender a desenhar direito vai estudar o Solano Lopez e não o Frank Miller. Mas o fanzine tem quase 100 páginas e estilos pra todos os gostos. Sanz/Rovella: Mahatma Ghandi, 302 8ºA. Capital Federal, Argentina.

Clitóris Outro minizine de Wearver com HQ, humor, textos de vários autores. Como sempre, boa produção gráfica. Endereço: vide Pub.

Compact Zine No formato de um encarte de CD é muito legal e bem feito. Resenhas de discos, shows e comentários em geral. Saiu o n.1 mas espero que saia mais. Evelise Strottman: Av. Getúlio Vargas, 1067/205. Porto Alegre, RS. 90150-003.

O Crânio Fetal Peguei esse na rua, não me lembro quem me passou mas é legal. Putaria e heresia cm humor. Pequeno mas recheado de coisas pra ver e pra rolar de rir. Diz que está no n.31 mas vai saber. momuller@vortex.ufrgs.br

Desagaquê Tirado do baú empoeirado o n.3 deste zine recebeu o título tracadilhesco de Diz Aga Quê. Era um bom zine de Salvador e estava indo num bom pique. Sempre foi muito inventivo nos roteiros e os desenhos, que já eram bons, vinham melhorando a cada edição. É velho mas eu não vi muito por aí e teve uma boa tiragem em off-set assim acho que os autores ainda devem ter alguns em casa e é uma boa hora pra fazer ele voltar a circular. Carlos Mattos: Rua Guillard Muniz, 126/24. Salvador, BA. 41810-110.

10 Pãezinhos É, tudo bem, todo mundo já conhece, outra dica inútil. Até já saiu uma nota aqui nesse site mesmo. Só que eu puxei da minha pilha de zines empoeirados e resolvi colocar essa capa e lembrar que afinal de contas os caras começaram com um zine. Muita gente reclama que zine é chato, não dá em nada etc. O que não dá em nada é preguiça, quem se mete a fazer a sério acaba fazendo o que quer. No caso deles o zine foi a plataforma que fez o trabalho deles decolar. Então vão ver o site deles que é mais ou menos a versão online do zine (http://sites.uol.com.br/10paezinhos), leiam o livro e vejam o filme.

II (dois) Super-8 de Cristiano Trein que virou quadrinhos com desenhos do Carlos Ferreira que muita gente se acostumou a considerar um roteirista mas também é um bom desenhista. Veja os dados para encomendar no Porto Alegre 1999.

Dolor de OjoDireto de Rosário, cidade que já nos deu Fontanarosa, Max Cachimba e o lendário Mosquil, este fanzine é uma jóia. A lista de colaboradores é muito grande mas basta citar que além das estrelas locais (e das duas flores Michele Siquot e Silvia Lenardon) ainda tem muita gente boa do Brasil (Mutarelli e Schiavon), Espanha (Olaf Ladousse) e outros cantos. Quadrinhos pra ninguém botar defeito em uma produção finíssima, bastante páginas, capas em serigrafia e tudo mais naquele formato de meio A4. Palmas para o editor David Nahon que além de gente finíssima tem um desenho finíssimo. Já saíram três números (0, 1 e 2). David Nahon: Moreno, 1349 Dto.3. (2000) Rosario, Santa Fé, Argentina.

DTH Era só o que faltava, um zine que já acabou solta outro pra comemorar o fim. A sigla quer dizer Dead Tuna Head e Tuna Head Skatezine que era um zine quase revista de skate de Porto Alegre. O autor resolveu desovar o material que tinha guardado para um número que nunca saiu porque um anunciante deu um balão neles e ficaram duros. Além da história resumida da revista vc leva de quebra desenhos do seu bloquinho de notas onde já desenhou gente como o Lucas Nine, Langer, Elenio e Danny The O. 1/2 ofício. Lucas Ribeiro Pexão: Av. Getúlio Vargas, 1067/205. Porto Alegre, RS. 90150-003. czdth@hotmail.com.

Eggscobilly Quadrinhos com este personagem estranho que, como o nome indica, é um ovo rockabilly. O autor diz que será uma grande novela xerocada. Neste pequeno zine vemos as primeiras 5 páginas desta novela. O desenho é legal e o texto é mais ou menos mas esse é só o começo. Um dia vocês podem falar: "Eggscobilly? Eu lia quando era apenas um zine xerocado". Ou não. Mas vamos ver como continua. Rodrigo Gagliardi: Ramon Barbancho, 34 Suzano SP 08693-430.

Ervilha Quem não se lembra do Panacea? Não sei porque acabou mas parece que o Kazi encheu o saco e foi cuidar da vida. Ervilha é um subproduto do projeto do Kazi mas seu editor, o Marcelo Garcia, continua na área. E o legal é que ele está tanto no papel quanto online e você pode ver o que ele e seua amigos estão fazendo com um pique muito profissional. A Ervilha já era legal: reunia um monte de fanzineiro interessantes que havia por aí e os apresentava pela primeira vez numa revista impressa em offset, capa colorida etc. Com certeza o Marcelo deve ter uns exemplares sobrando pra vender. E enquanto não chega em sua casa vai no site Fortuna e pede um Pitomba que tem as histórias impressas. Marcelo Garcia: Rua Inajatuba, 226 casa 3. São Paulo, SP. 04317-230. Ou escreve pro marcelogarcia_api@yahoo.com

Exploda-se! Um monte de páginas em tamanho ofício que reúne Law, Dikos, Alberto Monteiro, Yuri Hermuche, Ricardo Borges e Weaver Lima. Mais uma aventura em comum dessa gente que não tem nada pra fazer. Quem que mandou foi o Law, então pede pra ele. Endereço: Vide Novo Humanóides.

Extraño Cameyo Editado pelo Angel Mosquito e por sua amiga Patricia Pankonin com vários colaboradores. Tem umas histórias muito boas. Todas pro lado meio depressivo e duro. Formato A3, eu tenho o nº 3. Endereço: Vide Morón Suburbio

A Falecida Tá, tá, eu não vou dizer que ela resurgiu das cinzas. Mas resurgiu. Nasceu em 91 e ficou hibernando por 4 anos até que o Angelo resolveu voltar a carga. Está como sempre esteve, um zine profissional: tem entrevista como Fred 04 e com o Pelicano, irmão do Glauco. Ele pede só 1 real pelo zine. Angelo Davanço: Cx Postal 85. Ribeirão Preto, SP. 70361-709. E tem telefone (016 9131-3746) e e-mail: falecida@netsite.com.br

Fanzine O subtítulo explica: "tudo que há para saber sobre fanzine e você nunca cogitou aprender!" E escrito pelo cara com mais informação disponível para fazê-lo, o próprio Edgard Guimarães. Esqueci de dizer antes que ele é um editor: de seus próprios trabalhos e de outros fanzineiros interessados em cópias mais baratas e de divulgação maior. Assim que vale a pena escrever pro cara, seja você um quadrinista, fanzineiro ou leitor. Mesmo endereço do QI.

Freak Out Zine É uma continuação do Zero Zine. Não sei porque mudou de nome, vai ver queriam começar do zero, sei lá. Mas segue a classe: bom texto, dicas quentes e boa montagem. E o mesmo interesse em freaks de hoje e de ontem. Dados em Zero Zine.

Freak Inform-@tivo Zine sério é isso aí: quando não sai manda informativos dizendo a quantas anda e dando umas dicas de novidades e novos zines e muitas outras coisas. Tudo numa simples folha frente e verso. Palmas pra ele. Dados em Zero Zine.

Freak World Quadrinhos Underground. Bem produzido, com colaborações legais de Agê, Rovel etc. A maior parte é de histórias do Johandson mesmo. Corações partidos e psicodelia num desenho muito bacana. Espero que saia alguma coisa nova logo como ele quer. Tem formato meio ofício. Johandson Morrison: Rua 13, casa 67. Rio de Janeiro, RJ. 21750-000. johandson@mailcity.com.

Fúria Pode ser que falem nessa revista em outra seção mas como os caras são fanzineiros de fé vou falar aqui também. Já fez muita coisa essa gente. Antes se chamavam grupo de Risco e desde uns anos já se chamam Singularplural (nome de um zine que faziam que depois virou revista). Esta revista de aventura e ficção é a última empreitada. Os desenhistas são muito bons, como o Ronilson Freire, o Beto Nicácio e outros. O legal é que os caras estão sei lá a quantos anos fazendo quadrinhos e de um jeito profissional lá em São Luís. O Joacy, um cara super ativo que já publicou em todo canto, me mandou a revista e disse que vai dar um curso, então se você for da região pode procurar o rapaz. Joacy Jamys: Caixa Postal 710. São Luís, MA, 65001-970. http://singularplural.cjb.net joacyjamys@zipmaill.com.br

Fusão Outro produto Singularplural. Dados em Zinecomix. Eu tenho o número 1 mas já saíram 3. A idéia da revista é trabalhar com personagens fixos como Dronn, o Mercenário e o Necromantus. Naquele estilo profiça, impressão bacana e capa colorida. E uma entrevista com o Joe Bennett. Pra pedir veja no Fúria.

Garufa Quando você achava que a humilhação terminava com um Carlos Nine os Argentinos ainda tem o filho dele pra esfregar na nossa cara. É dele esse Garufa. Eu tenho o número 5 que é bem pequenininho mas vem de brinde um disco. É um zine do tamanho de um LP de vinil chamado Cosmo y sus Magnificentes com as páginas no formato redondo e quadrinhos de vários convidados de honra como o Max Cachimba e o Elenio Pico por exemplo. Lucas Nine: Juan de Igarai, 4268. Olivos (1636) Buenos Aires. Argentina.

Gente Famosa Fanzine Retratos de gente famosa num estilo mais solto, pincelão, do Irrthum. Além de desenhos ainda tem os comentários que são engraçados. Endereço: vide Scabs.

Geração Ativa Não sei se ainda existe, espero que sim. Quem me mandou é o ilustrador e um dos autores do visual desse suplemento jovem de um jornal de São Carlos, o Iéio (ou Sérgio Luiz Roda pro íntimos). É bacana, tem uma página de humor e deve ser uma boa maneira de divulgar seu zine no interior paulista. Sérgio Luiz Roda: Rua Francisco Fiorentino, 346. São Carlos, SP. 13574-110. geracaoativajornal@zipmail.com.br

Grito de Alerta Outro resultado de uma oficina coordenada por Sylvio Ayala. O cara se mete em tudo que é canto. Só que esse ele fez com os apenados do Presídio Estadual de Novo Hamburgo num projeto do Curso de Jornalismo da Unisinos. Textos, cartas e desenhos diretos do presídio. Rua Adolfo Jaeger, 817. Novo Hamburgo, RS, 93415-140.

Guyana Comic Da usina de quadrinhos que é Buenos Aires vem mais essa revista distribuída de graça. Roteiros de um Martín, o Maurás e desenhos de outro Martín, o Arvallo. Naquela escola clássica Argentina de quadrinhos, tipo Oesterheld e Lopez. Não é bom um país que pode dizer que tem uma escola clássica? Impressão em offset, tamanho de revista. Recebi o número 3 que tem uma história sobre Freud na Argentina. Espero que tenha saído mais. Martín Maurás: Arévalo 2944, P.B. Depto "D". 1426 Buenos Aires, Capital Federal, Argentina.

spedes da C3 Muita gente já conhece o Sylvio Ayala. Deve ter nascido com um fanzine nas mãos. Desenha pra caramba e sempre se meteu em publicações alternativas e projetos alterados. Esse aqui é um zine coletivo que ele montou em uma das oficinas de zinagem que ele organizou em Porto Alegre (C3 é o nome da sala que eles ocuparam por 5 meses num antigo hotel da cidade). Ele está sempre dando oficinas então escreve pra ele e pergunta se ele vai dar uma numa cidade próxima ou se dá pra ele mandar os próximos zines. Sylvio Ayala: R. Silvério Souto, 160. Porto Alegre, RS, 91720-430. libertina@uol.com.br.

Independente ou Morte Muito sucinto e claro. Muitos zines por edição. Vem aumentando com o tempo e a última edição dizia que iria passar a resenhar apenas zines de HQ. Não sei se isso aconteceu ou não, eu parei de receber, também, eu nunca respondi pro cara. Mas recebi sete números. Se quiser receber mande um selo pra ele. Se não existe mais ele pode te mandar um velho e já vale a pena, sempre tem um que você ainda não viu. (nov/2000) Saiu a edição 10. Marcelo Marques: Cx. Postal 236. Ribeirão Pires, SP. 09400-970.

Kenobit City Humor doente e ainda um pouco ingênuo mas o desenho é legal. O cara capricha nas tintas e não tem medo de tacar os pretos. É do mesmo Rodrigo Gagliardi que faz o Eggscobilly e antes ele fazia um chamado XXX que não consigo achar aqui em casa mas que vocês podem pedir pra ele também. Rodrigo Gagliardi: Ramon Barbancho, 34 Suzano SP 08693-430.

Lengua de Vaca Quem leu o MF 7 se lembra do Sr. Juez de Ushuaia. Bueno, o Pablo e a Sol fazem esse zine formato tablóide que tem o mesmo pique. Temas insólitos e textos imperdíveis. Alguns desenhos e HQ sempre naquele espírito Dada antártico: frio e perigoso. O pretexto é um roteiro cultural de Ushuaia e com isso eles conseguem fazer a publicação que já tem 4 edições. (nov/2000) Parou no 5 por falta de dinheiro. Escreve pro cara pra dar uma força e pergunta se ele tem a coleção completa pra mandar. Mas manda alguma coisa em troca, não é moleza morar em Ushuaia. Pablo Besse: Las Prímulas 284. Ushuaia, Tierra del Fuego. Argentina. pablobesse@hotmail.com

Língua Informativo de zines (zinoscope) franco-brasileiro que acompanha o zine La Bouche du Monde mas também tem uma vida independente. Recebi o número 6 que tem esse formato interessante como vocês podem ver pela capa com um desenho de Luciano Irrthum. O zine La Bouche... também traz quadrinhos brasileiros além de diversos países e, claro, franceses. É uma canal por onde se divulgar seu zine e publicar seus quadrinhos na França. Eduardo Pinto Barbier: 14, Pce Thérèse Léon Blum. 11.100 - Narbonne, France. Bocaprod@caramail.com.

Linguagem Viva Zine é mais ou menos que nem internet, quando você menos espera acaba encontrando na sua caixa coisas que você não sabe como é que acharam seu endereço. Esse jornalzinho é veterano: mais de dez anos difundindo literatura. Tem artigos resenhas etc. É um encarte mensal do jornal A Tribuna de Piracicaba mas é distribuido pra todo lado e fazem assinatura. Mas eu não sei porque que chega em casa. Rosani Abou Adal: Cx. Postal 10036. São Paulo, SP. 03014-970.

Malas Palabras Zine de quadrinhos e coisas escritas. Tem um desenho bem legal e uma montagem na tradição zoada e artesanal. Folhas A3 dobradas. Pra ficar de olho e esperar que o 3 chegue logo. Alisson Andrade Depizol: Rua Anita Garibaldi, 207/53. Londrina, PR. 86020-500. http://www.coffeeman.hpg.com.br.

La Más Bella Eu só tenho um número então não sei se é sempre assim mas o que eu tenho é uma reunião de vários fanzines e fanzineiros num pacote original. Este, nº5, por exemplo é um tupperware com 12 publicações dentro, cada um editado e criado por um grupo diferente. Impressos em offset e alguns com algumas cores. É muito legal pela variedade, presentação e alguns dos autores. Fotos, poemas, textos curtos e até ilustrações de gente conhecida como o Max com o tema "cansaço". Apdo. Correos 282, 28500, Arganda, Madrid, Espanha.

Mentes Magnéticas Catálogo da 3ª Expo - Energetics Zines que aconteceu em Fortaleza em Dezembro de 96 que o Weaver organizou. Legal pelas reproduções de alguns zines e muitos endereços. Além dessa pulicação o Weaver também é responsável por uma página que faz divulgação de zines e bandas num jornal de Fortaleza, O Povo, e também é uma boa fonte de informações. Endereço: vide Pub.

Mercado Negro Revista de quadrinhos vendida na noite portoalegrense. Já saíram três números que o Régis leva pras ruas. Tem uma tendência para histórias negras de aventura e tiros e revela bons desenhistas em todos os números. Acho que por enquanto só se encontra nesta cidade a beira do Gauíba então só pedindo pro cara. Mais ou menos 50 páginas impressas em offset. Régis Coimbra: Rua Gal. Lima e Silva, 777. Porto Alegre, RS. 90050-970. mercadonegro@gateserver.com.br.

Mesinha de Cabeceira Portugal já lançou ao mar belos zines. Me lembro que na época da Animal recebemos um pacote de um zine chamado Pintor e 1/2 que era uma maravilha mas nunca mais soube nada dos autores. Já é mais conhecido por aqui o A Mosca que publica autores brasileiros e cujo editor, o Mário Augusto sempre me manda algumas novidades lusas. Este Mesinha também é um marco por força de seu editor e co-criador, Marcos Farrajota, um sujeito sem travas na língua e bom olho e texto. Apresenta quadrinhos radicais a altura da ranzizice do editor, um cara que realmente não está contente com o mundo. Tem formato variável e o último que eu tenho é de 97 e comemora 5 anos do zine com uma edição especial com uma HQ de 40 páginas de Nunsky. Eu também recebi uma vez o Meseira de Cabecinha que não enfiava só a cabecinha. Escreva e peça o que ele tiver. Além desse zine ele tem um catálogo de coisas afins. Marcos Farrajota: Apartado 215. 2750 Cascais. Portugal. chiliconcarne@writeme.com http://www.terravista.pt/guincho/1499/ccc.htm

Message in a Bottle Várias vinhetinhas, espécie de clip art mas o copyright é do Júnior, não vão se folgar. Formato ofício dobrado, ele distribuia junto com o Pico de Pena 6 pra compensar o fato de que essa edição tinha menos desenhos soltos. Endereço: vide Pico de Pena.

Morón Suburbio Muito Bom, muito bom mesmo. Histórias de faroeste passados no subúrbio de Buenos Aires. Barra pesada. Angel Mosquito é um cara gente fina muito conectado com o meio alternativo da Argentina e já sairam 2 números. As histórias são muito boas e o desenho segue o pique. Mariano Pogoriles: Munilla, 883, Moron (1708), Buenos Aires, Argentina. angelmosquito@arnet.com.ar

Mulheres de Papel Outra experiência do Márcio Jr. Retratos femininos. Num formato maiorzinho, são desenhos e textos sobre mulheres de todo tipo. Mas não se preocupe que são só de papel. Pra pedir veja no Bizarre Inc.

Music Magazine Quer ter sua banda divulgada em Porto Alegre? Mande releases, essas coisas para essa publicação que é distribuída de graça nas lojas de disco e afins. E também serve pra catar informações sobre o pessoal da cidade, como o Plato Dvorak e sua Krakatoa, por exemplo. Av. Protásio Alves, 1453/33. Porto Alegre, RS. 90410-001.

Neurônio Outro zine do Luciano e naquele estilo que o tornou famoso, traço grosso e estilizado. Mas nesse n.2 que eu tenho tem uma história de uma menina que entra num brechó pra comprar uma roupa que tem um estilo negrão mas mais solto que é muito legal. Não só o desenho mas a narrativa é legal também. Endereço: vide Scabs.

Novo Humanóide O nº7 marcou o resurgimento de um dos melhores zines que apareceram pela Animal 2000 anos atrás. O Law continua desenhando e de vez em quando solta essas bombas na mão da gente. Não dá pra perder. Ele tem uma história no ar nesta revista eletrônica que tão gentilmente cedeu espaço para o Maudito. Ele e sua turma gostava de misturar Sig Sig Sputnik, Bladerunner e muito nanquim no liquidificador. E mantém o pique. Law Tissot: Cx Postal 295. Rio Grande, RS. 96211-490.

Octopus Quem conhece a Krakatoa Records, quem já ouviu a Pére Lachaise e a Lovecraft sabe que nada que o Plato faz decepciona. O cara merece atenção. Profissional e especializada. E você tem que ir se paroximando devagar e ter o mesmo cuidado pra ler e ouvir que ele teve pra escrever e cantar. O zine dele parece a música dele. Tem que ver. E pede o catálogo do seu selo. Plato Dvorak: Cx Postal 517. Porto Alegre, RS. 90001-970.

Oh, Land Tá certo, o Júnior gosta de um trocadilho, mas os seus portfólios são legais. Neste ele recolheu desenhos que fez enquanto morava na Holanda. Em formato ofício, como ele gosta, bastante espaço. Endereço: vide Pico de Pena.

Olix O Lauro desenha pra caramba. Tem personagens, faz HQ, desenhos, tudo num traço rápido e solto. Mas casou, teve filho e deu uma parada nos zines mas continua desenhando pra caramba e suas últimas cartas vem sempre cheias de surpresas e invenções. Numa delas ele me mandava instruções precisas de como ele fazia as xilografias do zine Olix. Até os envelopes são legais. Um dos últimos zines que me mandou é o Gizzard que também é uma experiência de copiar zines sem precisar de xerox. E ele continua colaborando com vários zines. Só que tem que perguntar pra ele que eu não acho nenhum agora. Lauro Roberto: Av. Manacás, 771 Volta Redonda RJ 27283-800.

Papakapika Grande zine. Tenho 3 números. Quadrinhos, textos, colaboração de gente muito boa do mundo zineiro e edição do Marcel Pauluk que além de bom editor, cara cheio de idéias, é um bom autor. Suas histórias são finas. sua editora é a famosa Pé-de-Chinelo. Peça também o Quase Comix, esse um minizine ao contrário do outro que é em meio-ofício e muitas páginas. Marcel Pauluk: Rua Lamenha Lins, 530/71-A Curitiba PR 80250-020.

Pasar la Gorra Tem o subtítulo de "Histórias de la vida cotidiana" mas claro que tem mais que isso porque quadrinista latino não tem muita paciência pra vida cotidiana. Basicamente de quadrinhos com algumas participações especiais como Elenio Pico, Cristian Turdera e Otto Yonsohn. Eu só tenho o nº1 mas teve uma tiragem de 500 exemplares, papel couchê bacana etc. Edgardo Raimondi: Pederneira 572, El Palomar (1684) Buenos Aires, Argentina

Perigondas Qualquer zine que tem história do Yuri vale a pena. Esse cara é muito bom. Não é a toa que uma hq dele está prestes a virar um filme. Pode escrever sem medo. Endereço: vide Xplod.

Pico de Pena Outro que vem dos tempos da Animal. O Júnior gosta de coerência e o nome não apenas uma brincadeira, ele gosta realmente de bico de pena e a maioria do que se vê aí são desenhos em nanquim. Ele é ilustrador no Pará. Os primeiros números eram principalmente portfolios com seus desenhos mas o último que ele mandou já tinha algumas tiras e textos. Júnio Lopes: R. Campos Sales, 210. Belém, PA. 66000-000

Poeira Vários autores, formato meio ofício e edição do Yuri e Ricardo Borges. Os suspeitos de sempre. Endereço: vide Xplod.

Polipo Comics Zine Três amigos se juntaram pra fazer um zine e entrarem neste mundo maravilhoso dos quadrinhos alternativo e para isso fundaram a Edições Polipo. Este é o n.0 e é uma folha dobrada com uma história interessante a respeito dessa gente que segue moda. Luigi Colafigli: Rua Olavo Bilac, 91 / 94. Taubaté, SP. 12020-310.

Poneifax Também de Porto Alegre um zine que você pode botar no bolso e ler no ônibus que vc não vai ter vergonha. Vão achar você a pessoa mais bacana do ônibus. Vão achar que você está indo ou voltando da festa mais bacana de sua cidade. Vão fazer um círculo de três metros em torno de você. É genial. Escrevam e peçam. Eu sei que eles costumavam lançar esses zines em super festas mas eu nunca fui a nenhuma. poneifax@governo.org

Por Que Não? Porque hoje é sábado. Quer dizer, por que não um personagem chamado Bacalhau-Man? E porque não uma festa de lançamento? E assim nasce mais um zine. Quadrinhos e humor e uma festa de lançamento com garotas. O que mais dois caras de óculos podem querer? Dicas de cantadas. E tem isso também. Achei o número 3: para os fãs de Mangá, esse número traz uma aventura do Bacalhau-Man no Japão. pqnzine@zipmail.com.br e bacalhauman@zipmail.com.br.

Porto Alegre 1999 O zine Peek-a-boo circulou bastante por aí e já mostrou do que é capaz essa gente. Trabalho conjunto de Carlos Ferreira, Walter, Jack e Drégus. História góthica numa Porto Alegre do ano passado, quando o mundo ia acabar mas ficou na promessa. Ah, quanta coisa boa já se fez pensando que o mundo ia acabar. Agora vamos ter que esperar mais uns séculos até criarmos novos mitos com anos redondos. Carlos Ferreira: Rua Felizardo Furtado, 515/909. Porto Alegre, RS. 90670-090.

Prancheta Quadrinhos. Sátiras de Star Wars e Titanic. Socos e pontapés e heróis voando. Já está no número 4. Capa colorida, mas tão colorida, que eu preferi pegar um quadrinho do miolo. Diêgo Silveira: Rua Deputado Moreira da Rocha, 1360. Fortaleza, CE. 60160-060.

Psicodelic Comics Quadrinhos psicodelicos ("ó, não diga!") com um desenho em bico de pena muito legal e uma viagem escatológica contando a história de um herói que tem uma cara de presunto. E ainda traz uma historinha do Crumb. Pedro Muniz: Alameda Suíça, 120. Mariporã, SP. 07600-000.

Pub O Weaver é dono do traço mais limpinho e firme dos fanzines brasileiros e isso já é dizer bastante na terra onde impera a sujeira. E é um cara muito ativo é só ver a quantidade de zines que ele me mandou desdo o último Maudito Fanzine (há vários nesta lista). Além disso tudo ele mantém edita zine dos outros, organiza eventos e faz divulgação de zines. Pub é o nome de uma seção de bandas e zines que ele mantém - ou mantinha, faz tempo que não falo com ele - num jornal de Fortaleza, O Povo. A última notícia que eu tenho dele é de um projeto para qual ele me convidou e eu, como de hábito, me atrasei ou não consegui fazer o que ele me pedia. Mas ele ainda deve estar fazendo muita coisa. Weaver Lima: Rua Antônio Augusto, 632. Fortaleza, CE. 60110-400.

QI O informativo de fanzines mais completo e constante é o Quadrinhos Independentes feito por um fanzineiro que é um dos mais resistentes em atividades, o Edgard Guimarães. Foi um dos primeiros caras de quem eu comprei um zine por correio faz já uns cem anos. O informativo é muito completo e atual e tem a capa de todos os zines da edição. Além disso tem quadrinhos, seção de cartas, informes, muita coisa. Já está no número 44. Edgard Guimarães: Pça Monsenhor Noronha, 21. Brasópolis, MG. 37530-000.

Rubow no Espaço Será que ainda existe? O autor me escrevia sempre e depois deu uma parada. Ficção tipo Perdidos no Espaço. O desenho me lembra um pouco um Max que saia na L'Echo des Savannes por ser bem escrachado mas ao contrário desse cara as histórias não são escrachadas e são bem de seriado de TV mesmo. Além desse que é meio uma revista em papel jornal, também já saiu um livro com os mesmos personagens. Régis Coimbra: Praia João Caetano, 145 / 202. Niterói, RJ. 24210-400.

Scabs Se eu não me engano, o Luciano Irrthum deve ter alguma história aqui nesse site. O cara desenha muito e tem um estilo forte reconhecível pelo cheiro. O n.3 desse zine é uma revista, em off-set com papel jornal mas o desenho escuro dele segura bem no papel. Luciano Irrthum: Rua Ramalhete, 55/44. Belo Horizonte, MG, 30310-310.

Scream & Yell Um zine feito em duas cidades: um dos autores mora em Aparecida e o outro em Taubaté (um deve ser o Scream e outro deve ser o Yell). Maravilhas do e-mail. Quem me mandou foi o Byra do Freak Out e é do mesmo jeitão do seu informativo: uma folha frente e verso, cheio de dicas e informações de zines, eventos e música. Marcelo: Quadra N, 110. Taubaté, SP. 12043-060. maccosta@hotmail.com. Alexandre: Rua Vicente Pasin, 87, Aparecida, SP. 12570-000. alpetillo@hotmail.com

Sr. Juez Subtítulo "Revista del absurdo. Una manera alternativa de perder el tiempo. Feito em trio por Pablo Besse, Sol Rodriguez e Cristian Turdera. É uma maravilha dadá ou qq outra classificação que se queira. Os desenhos são legais, os textos são surpreendentes, como uma carta de suicida escrita com humor não dá pra abaixar enquanto não termina. São sempre uma ou duas folhas dobradas. Você lê, lê e quer mais. Acompanha o Mortadelita, o suplemento com histórias para não dormir. Pablo Besse: Las Prímulas 284, Ushuaia, Tierra del Fuego, C.P.9410, Argentina. pablobesse@hotmail.com

Sick Boy Tem hora que eu tenho pena das mães dos fanzineiros. Coitada dela ter que receber cartas pro Sick Boy do filho dela, pobre. Bom, vocês já viram a capa do Irrthum e deu pra sentir o clima. Quadrinhos e matérias sobre o mundo classe B. Recebi o 8, meio ofício. Rogério Paes Garcia: Rua Iolanda, 246. Itapetininga, SP. 18200-000.

Slam Provavelmente não existe mais. Era um empreendimento de Rovel antes dele fazer o Lagartixa (http://www.lagartixa.net). Esse cara é um dos mais ativos por aí e lançou um livro, Placebo, e um CD-ROM, Slam, com 360 páginas de quadrinhos. Desde que o site nasceu ele já colocou no ar o equivalente a 250 páginas de HQ e lá vc pode encomendar seus produtos. É basicamente de humor, brincando com heróis, cinema e a vida comum. (É uma dica inútil uma vez que o zine nem deve existir mais e ele já tem seu link em outro lugar mas eu não podia deixar de incluir o Rovel nessa lista de zineiros). Rovel: Rua Riga, 311. São Paulo, SP. 04249-070. São Paulo, SP. rovel@lagartixa.net.

Slammer É o nome de um personagem do Law que ele abriu pros amigos fazerem histórias em cima. Ficção científica, cyber punk, sexo e raio laser. Endereço: vide Novo Humanóide.

SSP-Go! Sem periodicidade, sem estilo, sem vergonha. Pra dizer o mínimo. Uma pérola vinda do centro do Brasil. Allison Black é insuportável. Não dá pra acreditar que exista gente como ele solta por aí. Tudo em que ele põe a mão é finíssimo. E engraçado pacas. Além de fazer o zine e o site ele ainda dá uma mão na Monstro Discos e consegue arrumar tempo pra ganhar dinheiro fazendo alguma coisa inútil como design ou propaganda. Faz um ano desde que recebi a edição revival. Maurício Mota: Av. Senador Jaime 1847. Goiânia, GO. 74550-290. sspgo@internetional.com.br. http://www.sspgo.com.br

Strange Faces Catálogo de CDs e Demos que também inclui alguns zines. O Roger agita eventos e sempre monta sua banquinha em shows de Porto Alegre e redondezas. Ganhei o catálogo do inverno/2000 e deve estar saindo um novo logo. Se você quiser qe ele venda seu zine o lance é mandar um pra ele e perguntar se dá pra incluir no catálogo. Roger: Av. Dom Pedro, 243. Esteio, RS. 93265-140. strangefaces@bol.com.br

T.S.K Ou As Aventuras Dimensionais de Kora The Space Killer. Do Dikos, um cara que fazia parte do pessoal legal de Pelotas que fazia o Novo Humanóide. O desenho dele é reconhecível a distância, é muito bom, e o texto só lendo. O cara é doido. Muito bom mesmo. Essa é uma mini-série de seis números. Dikos: Av. Domingos de Almeida, 508. Pelotas, RS, 96085-470.

Undercover Você gosta de séries antigas de TV, essas coisas? Tem alguns argentinos que também gostam e por isso acabaram fazendo uma publicação sobre essa mania. Ela é encontrada de graça em alguns lugares da capital argentina mas também pode ser assinada por quem quer receber em casa, não apenas as revistas mas edições especiais, brindes e concorrer a sorteios de videos. Provavelmente essa assinatura não cobre o Mercosul mas não custa entrar em contato e tentar fazer um acordo se vc é um desses fanáticos por Mork & Mindy, por exemplo. Adrián Perucho: Acassuso, 267 Of. 11. 1642 San Isidro Buenos Aires, Argentina.

Undergraff é uma idéia bem legal, fazer zines sobre bandas que se apresentavam num bar de Fortaleza. Não sei se os zines eram distribuidos ou vendidos mas são muito bem feitos, como é o jeito do Weaver. Eu tenho quatro: Planet Hemp, Pato Fu, Raimundos, e Mundo Livre S/A. Endereço: vide Pub.

Underguide Espero que ainda exista. Eu não recebo mais porque deixei de mandar uma resposta quando eles estavam recadastrando sua mala direta mas é (era?) uma revista muito legal. Acredito que ainda exista porque era mais dedicado a bandas e música. O legal é que cobria os selos mais alternativos e até onde eu podia perceber não deixava ninguém de fora. E no que diz respeito aos zines tinha uma lista con vários zines. Era uma boa fonte de endereços e contatos.A última que eu recebi era grande con algumas páginas epropaganda coloridas. Sempre teve capa colorida e era impressa em off-set. Underguide: Rua Cleide, 55. São Paulo, SP. 04616-010.

Urbe Histórias do cotidiano urbano, vida dura, enfim. Tem uma série, Os Desesperados, que é bem interessante, vida de gente sem eira nem beira, mortes, dificuldades pra pagar um ônibus, essas coisas. É feito por dois amigos, o Rafael e o Ricardo, que se conheceram numa oficina de quadrinhos. Formato de A3 dobrado. O número 2 acaba de sair. Rafael Costa: Rua Dona Malvina, 171. Porto Alegre RS 90840-050.

Utopolis Um produto Mercado Negro. Série de Ronaldo Selistre meio Metropolis, meio Alphaville, noir futurista. Numa cidade perfeita um andróide vasculha a vida podre dessa gente humana. Formato americano, naquele estilo durão de ser. Ver os dados no Mercado Negro.

Valium Comix A volta da heroína/musa de plantão, Kora TSK, mas no zine tem mais os Metaclones e uma pirateada do Moebius. Colabora o Law, outro zineiro conhecido de lá e que já foi comentado aqui nessa coluna. E como diz a Kora depois de matar todo mundo: por hoje é só pessoal. Estou esperando que o Dikos me mande mais. Endereço: vide T.S.K.

Válvula de Escape Novo empreendimento de Agê para os ano 2000. Maior, mais páginas, mais quadrinhos, mais zines. Um zine pronto para afrontar o novo milênio: enquanto tudo diminui ele aumenta. Dados em Zine Comix.

Xplod Este é um zine coletivo mas como quem me mandou foi o Yuri dou o endereço dele pra quem quiser pedir o seu. Só a lista dos autores já recomenda: Alberto Monteiro, Ricardo Borges, Weaver Lima, Law , Dikos, Lauro e Kleber Freitas, e ainda tem uma colaboração do André Kitagawa, que tem HQ aqui neste orgão vibrante e elétrico dos quadrinhos nacionais. Tamanho ofício e muitas páginas. Yuri Hermuche: SQS 305 Bloco B apto 103. Brasília, DF. 70352-020.

Zero Zine Bem montadinho, com régua e tudo, com textos originais e chupações várias trata da vidinha contemporânea e das rebeliões de antigamente e vice-versa. Por exemplo, "O Fim das Louras" e "Adeus Jack Kerouac". Me mandaram o número 3. Os texto são bons e é um zine ligado nas coisas. Byra Dorneles: Cx Postal 33186. Rio de Janeiro, RJ, 22442-970. byra@openlink.com.br

Zine Comix Quadrinhos do Agê e seus amigos. Pequenininho e muito simpático, acompanha um informativo de zines. É incrível o que essa gente faz pra economizar xerox e correio mas o resultado é sempre bom. É que nem ônibus, quanto mais apertado melhor. Se bem que depois eu recebi um que era meio ofício, o número 20 (vai longe esse zine). Sempre com colaboradores como Rovel, Irrthum, a nata dos zines e informações e com o bom desenho do Agê. Agenor Bottene Neto: Rua Hungria, 55. Americana, SP, 2213442471-730. agebottene@uol.com.br

Zlotty Zinações Artísticas O Daniel Barbosa eu conheço desde o tempo da Animal. Era um que sempre surpreendia com a loucura dele. Deve ser o sol de Alagoinhas na Bahia. E ele continuou surpreendendo e não perdeu o embalo. Continuou me enviando maravilhas. As vezes aproveita uns desenhos meus e já se ofereceu pra fazer o Maudito enquanto eu estava de mau humor. Daniel Barbosa: Rua Brasilino Viegas, 113. Alagoinhas, BA. 48100-000.

Aqui vai uma coleção de zines dele:

Mútuo Feito em parceria com outro figura dos zines, o Marcio Bueno de Porto Alegre. Uma página dobrada com desenhos, textos e colagens. Funciona assim, o cara manda uma folha com um lado em branco. O outro completa e devolve essa nova parte com o outro lado em branco e assim com diante. Uma espécie de corrente.

Jesus na ciranda dos melancôlicos Dentro do estilo de Daniel BArbosa, uma HQ poética sem textos.

Nouvelle Cuizine 1 e 2 Parceria com outro manjado, o Lupin. Mesmo nível de invenções e desenhos muito bons. Colaborações de Weaver e Márcio. O Lupin pode ser contatado em seu próprio endereço e aproveita pra perguntar dos outros zines: Rua Torres Câmara, 600/36. Fortaleza, CE. 60150-060

Candy'n Sky Poemas para Wassily Kandinski é o subtitulo desse zine homenagem.O cara sabe escolher seus heróis.

Dúbio Zine Feito com Dayse que também faz o Agulha. Tem gente que enche a cara na sexta-feira a noite. Os dois se encontraram e fizeram um zine. Quadrinhos e desenhos muito bons e também participa o Márcio.

O Mundo de Lester História em quadrinhos com aquele rato do mundo de Beakman.

Jazz Zine O zine que ele fazia na época da Animal. Já está no numero 11. Esse é em formato pequeno, como um cordel e como sempre tem coisas muito legais